THOUSANDS OF FREE BLOGGER TEMPLATES

Pare o mundo que eu quero descer ...


Raul Seixas

tentando fazer poesia
do que me arranca a Alma,
ela mesma, mesmo que seja em pranto ...

sábado, 16 de junho de 2012

kikas


 Foto:

Shintaro Ohata



Que fiz de mim

sem Ti

que fiz de mim, quando me separei
e te deixei só, neste mundo voraz
que fiz...

penso
que posso fazer
como posso voltar
e desregrar
aquilo que já te fiz ...

e sempre quiz, para Ti

queria chamar-te, como antes
e que  corresses para mim e me abraçasses como se nada mais existisse

mas falhei, eu sei...
falhei querendo apenas

queria mostrar-te o Mundo como ele É
mas tive medo

queria que sentisses como é lindo
linda a Vida, se quisermos

mas, errei...

só queria que visses as estrelas
que brilhassem só para Ti

e que a chuva, te beijasse na face
e sentisses que isso é viver

mas, a vida não é assim
é alguma dor
que tu já sentes, e sentistes
e cada uma delas, ao vê-la em Ti
me matou e arrancou um bocadinho desta cruel Vida


que irei fazer

só queria mudar o Mundo para Ti
para seres Feliz
e ver o mais lindo sorriso
para saberes que és a única verdade

mas não posso...

se perto, já não te sinto
teu sorriso, é o meu
e tu és Eu
e por isso, morro, aos poucos, 

mas engrandeço,
porque sei
te quiz fazer um herói
e consegui

és e serás meu herói
mesmo quando a altura me chame
e já não estarei aqui

para te tocar
para te ver
e mesmo contigo chorar

porque senti
que na tua sensibilidade
herdade de mim
me sentes, sempre, mesmo longe

e, porque mesmo que todas as luzes e velas se apaguem
estarei aí, mesmo que não me vejas, junto a Ti
para te dar a mão
para te abraçar
para te confortar
e dizer

que TE AMO
que só a Ti AMO
e só a Ti amei, nesta VIDA

e para saberes que a Vida é mesmo isso que estás vivendo
mesmo que não o tenhas pedido

e que no silêncio
estarei sempre junto à tua alma
que a Vida é dança
que dói e que alegra ...

estarei sempre Aqui

mesmo que não me vejas, perto...

 Analuz



1 comentários:

Diário de Márcia Ackles disse...

Adoro suas poesias... não sei porque, mas sinto sua falta, sinto falta de sua visita em meu blog... Acho q nos conhecemos de outras vidas... um abraço...

Aquilo a que a lagarta chama fim do mundo, o homem chama borboleta.
(Richard Bach)

Somos prisioneiros da vida e temos que suportá-la até que o último viaduto nos invada pela boca adentro e viaje eternamente em nossos corpos

Raul Seixas

Mensagens populares