THOUSANDS OF FREE BLOGGER TEMPLATES

Pare o mundo que eu quero descer ...


Raul Seixas

tentando fazer poesia
do que me arranca a Alma,
ela mesma, mesmo que seja em pranto ...

sábado, 9 de julho de 2011

Onde estás




alma

quem és, que te sinto dentro, e não te conheço cara a cara

alma quem és

porque desejas o distinto de mim em vida

sinto que percorres um caminho que não o que aqui sigo

mas te sinto, dentro, ser, em mim

e as decisões que tomo, por vezes não as queres

bradas com força, dentro, zangada

porque não te senti

e se te senti, não te segui

o que almejavas para mim, para ti que sou eu

alma,

se segues comigo, e me pertences porque não me recolhes

e me mostras o teu mundo, de luz, o teu caminho

que me foi vedado nesta vida, aqui

sendo apenas tua sombra

e comigo, voltemos a ser só uma ....

0 comentários:

Aquilo a que a lagarta chama fim do mundo, o homem chama borboleta.
(Richard Bach)

Somos prisioneiros da vida e temos que suportá-la até que o último viaduto nos invada pela boca adentro e viaje eternamente em nossos corpos

Raul Seixas

Mensagens populares