THOUSANDS OF FREE BLOGGER TEMPLATES

Pare o mundo que eu quero descer ...


Raul Seixas

tentando fazer poesia
do que me arranca a Alma,
ela mesma, mesmo que seja em pranto ...

terça-feira, 18 de maio de 2010

Florbela Espanca


Exaltação




Viver!... Beber o vento e o sol!... Erguer

Ao Céu os corações a palpitar!

Deus fez os nossos braços pra prender,

E a boca fez-se sangue pra beijar!



A chama, sempre rubra, ao alto, a arder!...

Asas sempre perdidas a pairar,

Mais alto para as estrelas desprender!...

A glória!... A fama!... O orgulho de criar!...



Da vida tenho o mel e tenho os travos

No lago dos meus olhos de violetas,

Nos meus beijos extáticos, pagãos!...



Trago na boca o coração dos cravos!

Boémios, vagabundos, e poetas:

--- Como eu sou vossa Irmã, ó meus Irmãos!...



Florbela Espanca

domingo, 16 de maio de 2010

Desilusão




"Num amor de verdade não cabe sofrimento. Se seu amor lhe causa dor, não se iluda, não é amor!"

quinta-feira, 6 de maio de 2010

MULHER



mulher és

vida pura manifestada, tu semeias a existência,
sem ti o mundo  não é, o mundo jamais seria,
seria, apenas, um mundo pardo, sombrio, sem luz,
sem encantos, beleza, prazer, noite ou dia, 

mulher és

perdição de muitos caminhos, sem fim,
por ti lutam, mentem, matariam,
enebriados pela leveza, candura, reluz,
fascinio, feitiço, terno olhar, pura magia

terça-feira, 4 de maio de 2010

Divagação





Sou Alma e vida sem fim...Luz água e vento...fogo dentro em mim... paz a todo o momento 

ANALUZ

Aquilo a que a lagarta chama fim do mundo, o homem chama borboleta.
(Richard Bach)

Somos prisioneiros da vida e temos que suportá-la até que o último viaduto nos invada pela boca adentro e viaje eternamente em nossos corpos

Raul Seixas

Mensagens populares